Trade Turístico da PB revela quadro dramático no setor e pede ao Governo isenção de 37% do ICMS da energia por três meses

Trade Turístico da PB revela quadro dramático no setor e pede ao Governo isenção de 37% do ICMS da energia por três meses

O quadro conjuntural do Trade Turístico da Paraíba já passou do sinal amarelo e é dramática a realidade dos hotéis diante da queda vertiginosa do faturamento levando estabelecimentos a suspender suas atividades, por isso há um clamor no sentido de que o Governo do Estado socorra urgentemente o setor para evitar quebradeira.

Este é o apelo verbalizado pela presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis na Paraíba (ABIH), Manuelina Hardman, revelando-se muito preocupada com a realidade do setor diante dos efeitos da Coronavírus daí ter encaminhado ao Governador João Azevêdo, da mesma à Energisa, o adiamento do pagamento da energia correspondente a 37% do ICMS pago pelos hotéis por três meses no mínimo.

– O quadro é muito grave e precisa ser encarado nesta exata dimensão pelos órgãos públicos sob pena de problemas em condições inimagináveis por quanto a crise tem se instalado no setor- completou.

Manuelina Hardman lembrou que o Estado de Santa Catarina foi o primeiro a fechar todas as portas mas nas últimas horas o Governo do Estado tomou a decisão de reabrir os hotéis sob pena de quebradeira geral.

 A IMPORTÂNCIA DO TURISMO  – A empresária revelou que o papel em termos de influência nas demais cadeias correlatas produzido pelo Turismo é tamanho que muitos não conseguem dimensionar, inclusive na economia informal.

– Este segmento sempre está a merecer apoio efetivo porque seu alcance e dimensão é muito maior do que se pensa, por isso se faz preciso mais apoio – finalizou.

 

 

 

Wscom