Suplente de vereador denuncia irregularidade em obra de esgotamento sanitário, em Boa Ventura

Suplente de vereador denuncia irregularidade em obra de esgotamento sanitário, em Boa Ventura

O suplente de vereador da cidade de Boa Ventura, Micoca, denunciou mais uma vez uma obra de construção de sistema de esgotamento sanitário, que somente depois de muito questionamento teve início. Ocorre que segundo o suplente de vereador, os canos utilizados na obra têm espessura de 150 mm, o que seriam inviáveis para o escoamento sanitário. O valor total da obra passa de 2.473 mil reais, conforme valor expresso na placa da construção.

De acordo com o suplente, a obra que teve início no mês de março do ano de 2018, foi paralisada poucos meses depois do seu início. Assim, o seu término que seria previsto para o último mês do último mês de março, deste ano de 2019, não ocorreu, em função de denúncias de irregularidades na obra, realizadas pelo próprio suplente junto ao Ministério Público Federal.

“O dinheiro foi liberado, no valor de quase dois milhões e meio. O dinheiro foi liberado, mas nossa gestora está fazendo ‘uma meia sola’. Isso é uma esculhambação. Isso vai ser o maior prejuízo para Boa Ventura, porque todo rejeito sanitário das casas vai passar por aqui. O dinheiro utilizado na obra virá junto com as fezes da população no ralo”, explicou o suplente.

Desde seu primeiro mandato, Micoca vem trabalhando e muito em prol da população. De forma incansável ele fiscaliza obras, denuncia irregularidades e tem sido, praticamente, a única voz do povo, sobretudo o mais carente do município de Boa Ventura. Numa rádio local, o suplente de vereador faz sugestões e denuncia toda e qualquer irregularidade que venha ocorrer no âmbito da administração pública de Boa Ventura.

Micoca faz parte do grupo político do ex-prefeito, Fábio Arruda. 

 

 

Vale do Piancó Notícias