Raniery diz ser contra Future-se por discordar da gestão das universidades por Organizações Sociais

Raniery diz ser contra Future-se por discordar da gestão das universidades por Organizações Sociais

O deputado estadual Raniery Paulino disse que é contra o Future-se porque o programa inclui gestão das universidades através de Organizações Sociais e que essa prática, segundo ele, é "muito permissiva a maus feitos". A declaração foi dada na manhã desta terça-feira (13), na Assembleia Legislativa da Paraíba, quando o parlamentar comentou sobre a audiência realizada ontem (12) na ALPB sobre o programa do Governo Federal de intervenção no ensino superior.

Raniery Paulino disse que sentiu falta de um representante do Governo Federal para enriquecer o debate. "A audiência foi realizada ontem, de alto nível. Lamento muito a ausência do Governo Federal para trazer a sua versão e apresentar o contraditório para enriquecer o debate."

O deputado fez um paralelo do Future-se com a implantação das Organizações Sociais na Paraíba. "Fiz um paralelo com uma prática, aqui da Paraíba desde 2011, e nem foi projeto de lei foi medida provisória mesmo que entregou a saúde, educação e meio ambiente paraibano às organizações sociais."

Ele criticou a possibilidade de gestão das universidades por Organizações Sociais. "O que me chamou mais atenção foi a autorização para gestão das universidades pelas Organizações Sociais. Acho que Bolsonaro se inspirou na prática do governo Ricardo", disse ele em relação à gestão de hospitais e escolas da Paraíba por OS's.

Para o deputado, essa inserção das OS's "é uma prática muito permissiva a fazer maus feitos. Então estou me colocando contra o Future-se com a mesma coerência que me coloquei contrário à implantação das Organizações Sociais por medida provisória em 2011 na Paraíba. Porque para fazer política tem que ter coerência."

 

 

Click pb