Polícia Federal recolhe documentação na Prefeitura de Itaporanga

Polícia Federal recolhe documentação na Prefeitura de Itaporanga

A 5ª Fase da Operação Xeque-Mate da Polícia Federal, deflagada nas primeiras horas da manhã desta terça-feira (8), comandada pelo delegado federal Fabiano Emílio, jogou na praça existência de suposto esquema de desvio de recursos federais (R$ 30 milhões somente em Cabedelo) destinados à aquisição de medicamentos através de fraudes em licitações da empresa Almed em seis prefeituras da Paraíba: Mamanguape, Gurinhém, Pedra Lavrada, Conceição, Itaporanga e São Vicente do Seridó. 

A informação que chega do Vale do Piancó é que agentes de Polícia Federal estiveram na Prefeitura de Itaporanga e teriam recolhido farta documentação de um processo licitatório na integra e o original da Comissão Permanente de Licitação (CPL).
O ex-deputado federal André Amaral Filho, e o pai dele, André Amaral, também são alvos dos mandados, cumpridos nos bairros de Manaíra e Miramar, em João Pessoa, nas residências dos investigados e em empresas contratadas pela Prefeitura de Cabedelo, que seria beneficiada por emendas parlamentares do deputado em troca de propina. Malotes de dinheiro e documentos foram apreendidos durante as visitas dos federais nos endereços das buscas e apreensões. 
 
 
 
RP