Novo tratamento pode bloquear vírus da covid-19 em tecido humano

Novo tratamento pode bloquear vírus da covid-19 em tecido humano

Um time de pesquisadores internacionais, liderado pela Universidade de British Columbia (UBC), no Canadá, está testando uma droga que poderia bloquear o SARS-CoV-2, novo coronavírus causador da covid-19, em tecido humano.

A pesquisa foi publicada no periódico científico Cell e aponta que os experimentos conseguiram bloquear a porta de entrada que o coronavírus utiliza para infectar as pessoas.

A hipótese ainda precisa de mais estudos, porém acende uma luz no que pode vir a ser uma forma de prevenção da doença. Agora, os pesquisadores se dedicam a testar se o tratamento seria capaz, de fato, de interromper a doença nos primeiros estágios da infecção.

De toda forma, os primeiros achados trazem novas compreensões sobre a atuação do vírus no corpo humano, e de como ele interage com o organismo em nível celular. Também traz pistas de como o vírus pode infectar o sangue e os rins.

"Temos esperança de que nossos achados podem ajudar no desenvolvimento de um novo medicamento para auxiliar a conter essa pandemia sem precedentes”, diz o professor Dr. Josef Penninger, que lidera as pesquisas. Ele faz parte do time de profissionais da faculdade de Medicina da UBC e é diretor do Instituto de Ciências da Vida e da cadeira de pesquisa em Genética Funcional da mesma universidade canadense.

"Nosso novo estudo aponta para evidências de que essa nova droga, chamada de APN01, pode ser usada como uma terapia antiviral específica para a covid-19 e deve ser testada em breve em estudos clínicos pela companhia europeia de biotecnologia Apeiroon Biologics”, revela o Dr. Art Slutsky, cientista e professor da Universidade de Toronto, que colaborou com o estudo.

A pesquisa foi financiada em parte pelo governo do Canadá por meio de um fundo de emergência focado na pesquisa, teste e implementação de medidas para conter o avanço do coronavírus. Leia mais sobre o estudo aqui (em inglês).

 

 

Agência Brasil