MP veta antena de rádio da Polícia perto do Cristo de Itaporanga

MP veta antena de rádio da Polícia perto do Cristo de Itaporanga

A reação da Igreja Católica e da Promotoria de Justiça local à instalação de uma antena próxima à estátua do Cristo de Itaporanga ameaça impedir a comunicação entre policiais da cidade e de pelo menos dez outras do Vale do Piancó que ainda não contam com o sistema de rádio monitoramento digital implantado no Estado em 2017.

 

Segundo técnicos da Secretaria Estadual de Segurança Pública, a antena ficaria a 200 metros do Cristo, em um ponto ideal para levar sinal de rádio, claro e livre de interferências, às bases e viaturas policiais de Itaporanga e municípios como São José de Caiana, São José de Caiana, Serra Grande, Boaventura, Diamante, Pedra Branca, Piancó, Igaracy, Aguiar, Santana dos Garrotes e Nova Olinda.

A instalação da antena em Itaporanga inauguraria a terceira fase de interiorização do novo sistema, que custou mais de R$ 33 milhões aos cofres públicos. O equipamento a que resistem padres e representante do Ministério Público em Itaporanga é em verdade uma daquelas estruturas gigantescas de ferro trançados armadas na parte mais alta de morros com no mínimo 150 metros de altitude (em relação ao nível do mar).

“Acontece que houve um movimento da Igreja (católica) para impedir a instalação, com acionamento do MP. E o alvará concedido pela Prefeitura foi revogado. O problema é que se a antena não for instalada em Itaporanga e sim em Piancó (que seria a opção agora), a cidade e todas do entorno ficarão em área de sombra, ou seja, sem comunicação”, advertiu ontem (19) servidor da da Segurança Pública.

Os argumentos do Ministério Público

O promotor de Justiça Reynaldo Di Lorenzo Serpa Filho expediu no último dia 14 a Recomendação nº 14/2018 contra a instalação da antena de rádio da Polícia perto do Cristo de Itaporanga. Segundo ele, o monumento está legal e constitucionalmente protegido por ser patrimônio cultural, turístico, paisagístico e religioso do Vale do Piancó.

Serpa Filho cita todos os dispositivos da Constituição da Paraíba e de leis estaduais e municipais que também consideram o Cristo Redentor ou Cristo Rei de Itaporanga um dos mais visitados pontos de atração dos roteiros turísticos do município e do Estado, principalmente durante romarias de fiéis católicos que elegeram aquele monumento uma das Sete Maravilhas da Paraíba.

Campanha defende instalação da antena

A antena de rádio da Polícia é alvo de polêmica e divergências de opinião em Itaporanga. Moradores insatisfeitos com a intervenção do Ministério Público criaram até uma campanha – com direito a banners, manifestos em redes sociais e imprensa – em defesa da instalação do equipamento no morro dominado pelo Cristo. O argumento maior é a necessidade de segurança dos habitantes, que seria reforçada com o uso da nova tecnologia no policiamento da cidade.

Em contato com o blog, um cidadão que defende a montagem da antena no local escolhido pela área técnica da Segurança lembrou que um perímetro em torno da estátua foi fixado em lei e o equipamento não invadiria essa área de proteção, ao contrário de restaurante lá construído e explorado pela própria Igreja Católica. “Tem ainda uma antena de operadora de telefonia móvel sobre a qual ninguém fala”, completou.