Famílias reclamam do IML de Patos para identificar corpos que morreram em Catingueira

Famílias reclamam do IML de Patos para identificar corpos que morreram em Catingueira

uase quatro meses após o grave acidente que vitimou 5 jovens em Catingueira, dois corpos ainda aguardam identificação no IML da cidade de Patos, para posteriormente serem liberados para as famílias realizarem seus sepultamentos. O acidente aconteceu no dia 03 de dezembro de 2018 e, desde então, os corpos estão no IML de Patos.

 

Familiares entraram em contato recentemente com o IML, e a resposta que obtiveram de funcionários do órgão foi que existe uma fila com 20 corpos na frente dos jovens para serem identificados. Ainda segundo as famílias, o IML não deu prazo para liberação dos corpos.

Os corpos que aguardam identificação são do professor Gilbamar Gomes e do estudante Cleiton Silva. Ambos morreram carbonizados. Os corpos de Eduardo Pereira e Diego David foram identificados pela arcada dentária poucos dias após o acidente.

Nesta quarta-feira, dia 20 de março, dezenas de pessoas compartilharam um texto que seria da mãe de Cleiton. Na mensagem, a mãe mostra aflição e angustia e pede ajuda na liberação do corpo do seu filho. 

 

 

 

Fonte: Portal Catingueira