Delator da Operação Hemera é preso por envolvimento com trafico de drogas em Itaporanga

Delator da Operação Hemera é preso por envolvimento com trafico de drogas em Itaporanga

Durante Audiência de Instrução e Julgamento do ultimo réu preso pela “Operação Hemera”, que visa o combate ao furto de energia elétrica, na cidade de Itaporanga (PB), um fato inusitado chamou a atenção de muitas pessoas, na tarde desta terça-feira (09).

 

O Juiz Antônio Eugênio, titular da 2º Vara da Comarca Local, decretou a prisão preventiva do delator da operação durante o seu depoimento, porém, a decisão foi tomada através de um pedido do Ministério Público, que acusa o mesmo por suposto envolvimento com o trafico de drogas na cidade.

O MP diz que recentemente um esquema de trafico de drogas vem sendo desbaratado na cidade de Itaporanga, e dentro dessa operação, o nome do delator teria sido descoberto com um dos envolvidos com uma organização criminosa.

O réu que já estava preso, um eletricista muito conhecido na cidade, teve a sua prisão revogada e irá responder o seu processo em casa, cumprindo medidas cautelares.

Todos os presos pela “Operação Hemera” já estão soltos.

A prisão do delator poderá causar prejuízos aos benefícios oferecidos pela justiça, já que o mesmo cumpre medidas cautelares, porém, vale ressaltar que o cumprimento do mandado de prisão não tem relação com a primeira delação premiada já homologada no Sertão da Paraíba.

A Polícia Civil chegou ao fórum no momento da decretação da prisão e o conduziu para a Delegacia, em seguida para a cadeia pública local.

Do lado de fora do fórum, familiares do último réu preso aguardavam ansiosos por um resultado positivo. 

 

 

 

Diamante Online