Concurso da Polícia Militar da Paraíba será prorrogado, anuncia presidente da ALPB

Concurso da Polícia Militar da Paraíba será prorrogado, anuncia presidente da ALPB

O presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), Adriano Galdino (PSB), revelou, nesta quinta-feira (13), que o governador João Azevêdo atendeu ao seu pleito e prorrogará o concurso da Polícia Militar da Paraíba. Na manhã de ontem, Adriano recebeu, em seu gabinete, uma comissão de classificados no concurso da Polícia Militar, que solicitaram a ajuda do deputado para dialogar com o Governo do Estado para prorrogar da validade do certame, prevista no edital para o próximo dia 7 de julho, por mais um ano.

Adriano Galdino parabenizou o governador João Azevêdo por estar fazendo uma gestão pública voltada aos interesses do povo paraibano. “O governador João Azevedo está de parabéns pela sua sensibilidade, pelo seu diálogo permanente com a população e sua competência em atender tão rapidamente o nosso pleito. Um homem humilde, simples, preocupado com a Segurança Pública, com a Paraíba e com os paraibanos”, ressaltou o presidente.
 
A ideia é que os cerca de 300 classificados que ficaram na condição de suplentes possam ser convocados para participar do Curso de Formação de Oficiais da Polícia Militar e, com isso, se habilitem a ocupar as vagas dos desclassificados ou desistentes. Adriano disse que a decisão do governador sintetiza a parceria entre o Legislativo e o Executivo. “O governador João Azevêdo atendeu nosso pedido e irá prorrogar a validade do concurso. Mais uma prova da sensibilidade e do respeito aos paraibanos”, ratificou.  
 
O presidente da ALPB ressaltou ainda do seu trabalho à frente da Casa de Epitácio Pessoa. “Essa é a casa do povo. Aqui me sinto feliz em ser presidente, em estar presidente, para receber o povo da Paraíba que confia no nosso trabalho. Confia nessa interlocução da Assembleia Legislativa com os demais poderes. Esta casa vai estar sempre aberta para todos os paraibanos que aqui venham trata de interesses do nosso estado. Até porque, nós políticos, somos empregados do povo e estamos aqui para servir ao povo da Paraíba”, disse.

Concurso

 
O concurso foi realizado no ano passado com cerca de 80 mil inscritos. Pelo edital, foram oferecidas mil vagas, mas o então governador Ricardo Coutinho (PSB), acabou convocando 2 mil concursados para se submeterem às demais etapas. Ao final, foram nomeados 1 mil concursados e outros 300, igualmente classificados, ficaram como suplentes.
 
Com a prorrogação, segundo um dos líderes da comissão, Rafael Gil, aumentam as chances desses 300 suplentes serem convocados. Após o encontro, ele disse que a receptividade do presidente Adriano Galdino “foi a melhor possível”.

 

 

Portal WSCOM