Camila defende retirada de artigos do projeto que cria a Fundação PB Saúde

Camila defende retirada de artigos do projeto que cria a Fundação PB Saúde

A deputada Camila Toscana (PSDB) defendeu, nesta quarta-feira (12), a retirada de alguns pontos que ela considera um “xeque em branco” do Projeto de Lei Complementar (PLC), que cria a Fundação PB Saúde. A matéria foi reprovada na Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia Legislativa e agora deve ser votada em plenário.

Camila Toscano destacou, inclusive, alguns pontos que ela quer sejam retirados da proposta. “A Fundação permite concurso público ou processo seletivo. Eu remeto ao processo seletivo do Hospital Metropolitano que aconteceu e que houve fraude. Outro ponto é que a Fundação já vem como utilidade pública sem preencher os requisitos legais. Ela já vem com a possibilidade de contratar uma subsidiária se ela não tiver condição de cuidar dos nossos hospitais e da saúde, ela contrata uma subsidiária que pode ser uma organização social”, argumentou Camila.

 

 

 

Paraíba.com.br