Voto aberto será primeiro confronto de bancadas na ALPB

Voto aberto será primeiro confronto de bancadas na ALPB

A votação de um projeto que estabelece o voto aberto na Assembleia Legislativa da Paraíba deve dominar a pauta dos debates no início dos trabalhos neste segundo semestre. O presidente da Casa, Adriano Galdino (PSB) já adiantou que pretende priorizar esta votação. Enquanto o líder da situação Hervázio Bezerra (PSB) defende a iniciativa, o líder da oposição Renato Gadelha (PSC) afirma que vai trabalhar contra a proposta. A ALPB volta as atividades plenárias na próxima semana.

“Não vamos inventar a roda não, vamos apenas adequar ao que já existe na Constituição”, disse Hervázio, enfatizando que o voto aberto deve valer na apreciação de matérias como veto e cassação de deputos. Ele lembrou que a eleição da Mesa Diretora deve permanecer com votação secreta.

Renato Gadelha adiantou que vai orientar a bancada de oposição a votar contra a iniciativa, mas disse que vai conversar com alguns deputados oposicionistas que concordam com parte da iniciativa. O deputado argumenta que o voto secreto garante maior independência dos parlamentares na hora de escolher sua posição.

Tamanho das bancadas: Hervázio contabiliza 21 deputados aliados no retorno dos trabalhos, mas diz que a meta é ampliar a bancada para os 2/3 da Casa, ou seja, 24. Já Renato Gadelha, comemora o retorno de Ricardo Marcelo (sem partido) e José Ademir (DEM) para a Assembleia, após o fim das licenças dos deputados, e assegura que a oposição vai contar com 15 deputados.

 

 

 

Écliton Monteiro – MaisPB