Vinte e nove entidades apoiam greve da educação na Capital

Vinte e nove entidades apoiam greve da educação na Capital

Vinte e nove entidades sindicais e movimentos sociais se manifestaram, neste domingo (5), em apoio  aos trabalhadores da educação de João Pessoa, em greve desde do dia 16 de março.

As entidades repudiam nota da Prefeitura da Capital, na qual a gestão,  ameaça os grevistas com cortes de ponto dos efetivos, instauração de processos administrativos para os efetivos em estágio probatório e demissão dos prestadores de serviço.

“Atitudes como estas expressam o desprezo que o governo municipal tem pelo diálogo e deixam visível a falta de compromisso da gestão com a educação pública em João Pessoa”, diz nota encaminhada a imprensa.

Ainda na nota, as entidades criticam a atitude do prefeito Luciano Cartaxo  recorrer à Justiça para punir o movimento.

“Reafirmamos que o diálogo é o caminho para a solução do conflito enquanto que a tentativa de punição aos trabalhadores é o caminho oposto”, diz o texto.

O professores querem reformulação e unificação do PCCR,  reajuste salarial de 16% retroativo a janeiro (data-base), para toda a categoria, e melhorias nas condições de trabalho.

Assinam esta nota em defesa da Educação Pública do Município de João Pessoa as seguintes entidades:

Assembleia Popular;

Assembleia Nacional dos Estudantes Livres – ANEL;

Associação dos Docentes da UFCG – ADUFCG;

Associação Paraibana dos Estudantes Secundaristas – APES;

CGP/Aduepb – Comissão Gestora Provisória da Aduepb;

Conselho Regional de Serviço Social – CRESS/PB;

Central Sindical e Popular - CSP/Conlutas;

 DCE/UFPB – Gestão Avante por todos os cantos;

Diretório Central dos Estudantes da UFCG – DCE-UFCG;

Fórum de Educação Permanente da Paraíba – FEPP;

Levante Popular da Juventude;

Representantes dos Fóruns de Cultura reunidos no Movimento Cultura é Prioridade;

Sindicato dos Docentes da Universidade Federal da Paraíba – ADUFPB;

Sindicato dos Trabalhadores da Educação Básica, Profissional e Tecnológica da Paraíba – SINTEFPB;

Sindicato Nacional dos Servidores Federais da Educação Básica, Profissional e Tecnológica – SINASEFE;

Sindicato dos Jornalistas da Paraíba – SINDJOR-PB;

Sindicato dos Motoristas e Ajudantes de Entregas no Estado da Paraíba – SINDMAE-PB;

Sindicato dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Ensino Privado da Paraíba SINTEENP/PB;

Sindicato dos Trabalhadores Municipais de Bayeux/PB – SINTRAMB;

Sindicato dos Trabalhadores em Correios e Telégrafos da Paraíba – SINTECT/PB;

Sindicato dos Trabalhadores da FUNDAC – SINTAC;

Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Urbanas no Estado da Paraíba – STIUPB;

Sindicato dos Trabalhadores nas Empresas de Limpeza Urbana no Estado da Paraíba - SINDLIMP-PB;

Sindicato de ACS de Cabedelo – Sincab;

Unidade Classista;

Movimento Espírito Lilás – MEL;

Movimento pela Educação – MOVE;

Movimento Luta de Classes – MLC;

Movimento Popular Terra Livre.

 

 

 

 

MaisPB