Vice-presidente do PT/PB reclama: adesivos contra a presidenta Dilma pregam cultura da agressão sexual

Vice-presidente do PT/PB reclama: adesivos contra a presidenta Dilma pregam cultura da agressão sexual

A vice-presidente do PT/PB e secretária Municipal de Políticas Públicas para as Mulheres de João Pessoa (PMJP), Giucélia Figueiredo, expressou sua indignação com a violência de gênero cometida contra a presidenta Dilma Rousseff. Nos últimos dias, começaram a  circular pelo país adesivos que expressam sentimentos de aversão às mulheres, que ridicularizam a condição feminina e pregam a cultura da agressão sexual.

“Isso não é uma forma de protesto, muito menos de argumentação política. Devemos respeitar uns aos outros sempre, e principalmente quando tratamos da presidenta, e do fato dela ser uma mulher”, desabafou.

Giucélia reforçou a sua repulsa destacando que a sociedade não deve permitir esse tipo de ferocidade: “Não podemos, e não devemos, nos calar diante de tamanha violência e agressividade. Esses adesivos agridem não só a autoridade máxima do nosso país, mas todas as mulheres brasileiras. É preciso que a sociedade repudie com veemência essas manifestações de violência contra a presidenta Dilma Rousseff”.

 

 

 

Assessoria