Vice-governadora evita falar sobre disputa de 2018, mas mantém sonho de suceder RC no Governo da PB

Vice-governadora evita falar sobre disputa de 2018, mas mantém sonho de suceder RC no Governo da PB
 Em passagem por Campina Grande, a vice governadora Lígia Feliciano (PDT), evitou falar sobre a possibilidade de colocar o seu nome para a sucessão do cargo em 2018. Lígia está sendo cotada dentro do atual governo, para receber de Ricardo Coutinho a chave do Palácio da Redenção.
 
 
– Todos os dias eu procuro trabalhar para ser a melhor vice-governadora que eu possa ser. É uma missão que eu tenho, eu me realizo em poder participar desse projeto político junto com o governador Ricardo Coutinho, que vem transformando a vida das pessoas. Falar do futuro, prever o futuro, não é uma preocupação, a minha preocupação é de ser e é para isso que trabalho todos os dias – despistou.
 
 
A vice-governadora ainda revelou que pré-candidato a prefeito o PDT vai apoiar em Campina Grande, tendo em vista que os quadros de oposição são vários, e, também, em João Pessoa.
 
 
– O PDT vai com Adriano. Em Campina Grande, nós temos dois ou mais candidatos da oposição. Mas, candidatos do governo, o PSB entre seus quadros, tem um candidato, que é o presidente Adriano Galdino. E, em João Pessoa, todos nós do PDT apoiamos a candidata Cida Ramos – afirmou.
 
 
 
 
 
 

PB Agora