Vereador do PPS nega rompimento com Cartaxo e quer aliança em 2016

Vereador do PPS nega rompimento com Cartaxo e quer aliança em 2016

O vereador de João Pessoa, Djanilson da Fonseca (PPS), negou que tenha saído da base do prefeito Luciano Cartaxo (PT), como foi noticiado pela imprensa durante o período eleitoral.

De acordo com o vereador, isso não passou de especulações por conta de sua opção partidária no pleito. “Acompanhei essas especulações, mas de fato, isso nunca aconteceu”, garantiu.

Djanilson disse que o prefeito respeitou sua “opção lógica” de votar em sua esposa Leila Fonseca para o Senado, e não ter acompanhado a candidatura de Lucélio Cartaxo. “Se não eu tivesse votado em Leila, ia votar no irmão dele, que eram os dois nomes novos das eleições para senador”, comentou.

Questionado de onde teriam partido as informações de que ele teria se afastado da base aliada, Djanilson disse não saber, mas garantiu que não passaram de especulações de alguns blogs. Segundo ele, o prefeito tem trabalhado muito e num cenário desses, a oposição não tem nem como sobreviver. “Estou pensando na minha reeleição e na dele (Cartaxo), o prefeito tem trabalhado e todos os dias tem inaugurado obras na cidade”, ressaltou.

Sobre os rumos que o seu partido deve tomar nas próximas eleições, Djanilson disse, em contato com o Portal MaisPB, ser favorável à continuidade da aliança do PPS com Cartaxo.

Segundo ele, o vice-prefeito Nonato Bandeira acertou em fechar a composição com o petista. “Nonato acertou, foi uma aliança que deu certo, pois Cartaxo saiu de números insignificantes na pesquisa e foi eleito prefeito da cidade”, lembrou. 

Alexandre Freire - MaisPB