Veneziano volta a criticar o PMDB e racha ganha força: “Não pode colocar a cabeça debaixo da terra”

Veneziano volta a criticar o PMDB e racha ganha força: “Não pode colocar a cabeça debaixo da terra”

O deputado federal Veneziano Vital do Rêgo descarta deixar o PMDB, mas não esconde a insatisfação com o partido, nem poupa críticas a direção estadual. Segundo ele, é notável que a legenda diminuiu e perdeu força política na últimas eleições municipais e estaduais.

“A gente só não pode colocar a cabeça debaixo da terra, nos enganando, quando os fatos nos mostram , o quanto nós perdemos musculatura nas últimas eleições. Não apenas nas eleições de 2016, mas esse processo vem se arrastando ao longo dos últimos pleitos eleitorais estaduais e municipais”, criticou.

Para Veneziano, a única solução que resta para o PMDB se reerguer e voltar a protagonizar o cenário político da Paraíba é se reunir e dialogar. De acordo com o deputado, as decisões sobre composição de chapa nas eleições e apoios às gestões no estado e municípios não pode ser de exclusividade da direção estadual.

“Não há outra alternativa se não dialogar, ampliar a oportunidade para dos diretórios, dos integrantes peemedebistas nos 223 municípios. Essas decisões do PMDB não pode ser exclusivas da executiva estadual”, declarou.

Nas eleições de 2016 o partido se dividiu. Um ala comandada pelo presidente do PMDB na Paraíba, senador José Maranhão (PMDB), decidiu ao apoiar o prefeito reeleito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PSD), e rompeu com o Governo do Estado. A outra ala que tem Veneziano e o senador Raimundo Lira mantiveram o apoio ao governador Ricardo Coutinho (PSB).

 

 

 

 

Blog do Gordinho