Veneziano não vê PMDB em cargos de relevância e garante que apoio a RC foi independente de espaços no governo

Veneziano não vê PMDB em cargos de relevância e garante que apoio a RC foi independente de espaços no governo

O deputado federal e pré-candidato do PMDB à prefeitura de Campina Grande, Veneziano Vital do Rego, declarou que o PMDB não é um partido que tenha cargos de relevância dentro do Governo do Estado. Segundo ele, embora a legenda seja aliada do governador Ricardo Coutinho (PSB), a aliança não foi feita na base da oferta de cargos e, por isso, o PMDB não é um partido com muito prestígio dentro da administração estadual.

Na última quarta-feira, o senador José Maranhão (PMDB) se queixou publicamente do remanejamento de seu aliado, Laplace Guedes da titularidade da Secretaria de Turismo para a Secretaria Executiva de Energia e do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), para abrir espaço para outros aliados no governo. José Maranhão chegou a dizer que Ricardo Coutinho ficasse à vontade para “nomear ou demitir qualquer peemedebista que esteja no governo”.

Já Veneziano disse que não tomou conhecimento das declarações de José Maranhão e assegurou que o PMDB não tem muito destaque no quadro de auxiliares do governo socialista. “O PMDB nunca foi na administração um partido que ocupasse cargos. A gente não foi por causa de cargos, fomos por outras razões. Então não me detenho a discutir. Não li o que Maranhão declarou, mas não muda nada a meu ver. Quais são os cargos que o PMDB ocupa de maior relevância?”, questionou.

Segundo ele , que é um dos peemedebistas ainda mais ‘alinhados’ ao governador, a decisão sobre remanejamentos de auxiliares é de foro particular do chefe do Executivo. “Não gosto muito de falar sobre este tema porque se fosse alguém que tivesse ido para o governo em troca de cargos, aí tudo bem, poderia estar ressentido, se estes cargos não foram oferecidos efetivamente ou foram retirados. Como no meu caso, no caso do PMDB, a gente não votou nele pedindo que ele disponibilizasse tantos cargos… não tenho muito a falar a respeito disso. É questão de foro do administrador fazer os remanejamentos que lhe convier. Se é para atender outros apelos político-eleitorais aí não tenho como saber”, declarou.

 

 

 

 

Blog do Gordinho