Veneziano diz que papel do PMDB é manter equilíbrio no governo Dilma: ‘nem tudo é quebra de braço’

Veneziano diz que papel do PMDB é manter equilíbrio no governo Dilma: ‘nem tudo é quebra de braço’

O deputado federal Veneziano Vital do Rêgo (PMDB) comentou o papel do seu partido durante a crise política pela qual o Brasil tem passado. Segundo ele, apesar da declarada oposição do presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB), o partido tem sido o responsável por moderar a disputa entre o governo e a oposição.

“Existem companheiros que apoiam o impeachment, mas a diretriz do partido é de procurar manter a sustentação do governo”, avaliou.

Para o deputado, o que incomoda na disputa política atual é quando o cidadão começa a ter prejuízo no seu dia a dia, desde a redução de salários até a inflação. Mesmo assim, Veneziano contou que é preciso ter parcimônia ao considerar a possibilidade do afastamento da Presidente Dilma Rousseff (PT), pois o processo traz diversas imprevisibilidades.

“Não concordamos com as ações do governo, mas é preciso ver as conseqüências do impedimento”, analisou.

Sobre a situação do seu companheiro de partido, Eduardo Cunha, Veneziano concordou que a situação é frágil, mas afirmou que não existe nenhum agente político com prestígio suficiente para tratar o assunto.

 

 


Yves Feitosa