Vené sai em defesa da mãe no caso de passagens para esposas de deputados

Vené sai em defesa da mãe no caso de passagens para esposas de deputados

O deputado federal, Veneziano Vital do Rêgo (PMDB-PB), rebateu, nesta quinta-feira (26), informações veiculadas na imprensa de que a ex-deputada federal Nilda Gondim (PMDB-PB) teria pedido ao presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), a inclusão de viagens aéreas para esposas de parlamentares. De acordo com Veneziano, as afirmações “caluniosas” visam macular a imagem da ex-parlamentar.

Para o deputado, não faz sentido responsabilizar  Nilda, baseando-se apenas no fato do candidato à Presidência da Câmara, durante recepção oferecida pela então deputada federal Nilda Gondim em sua residência de Brasília,  a possibilidade de atender a um pedido feito anteriormente pela esposa do deputado federal eleito Remídio da Amatur (PR-RR), Izamar Rodrigues, para que ele avaliasse a possibilidade de retorno da cota de passagens aéreas para as mulheres dos deputados.

“Tal pedido, como bem sabem os autores destas afirmações levianas, foi feito pela senhora Izamar Rodrigues no Estado de Roraima, conforme registro da imprensa nacional, e não no apartamento de Nilda Gondim, que com certeza, não teve nenhuma participação no fato, mesmo porque não teria nenhum interesse nisso, pois não é ‘esposa de deputado’, e mesmo que fosse, como o foi à época do mandato de deputado federal do Tribuno Antônio Vital do Rêgo, a sua conduta ética e moral jamais permitiria encampar tal pedido”, enfatizou.

 

 

MaisPB