Vené defende aliança integral com PT e diz que partidos garantem unidade na campanha

Vené defende aliança integral com PT e diz que partidos garantem unidade na campanha

O pré-candidato a Governador da Paraíba nas Eleições 2014, Veneziano Vital do Rêgo (PMDB) defendeu nesta terça-feira (17) a formalização de uma aliança integral entre PMDB e PT, visando o pleito de outubro próximo, ou seja, a união dos dois partidos na disputa majoritária (governador, vice-governador e senador) e na disputa proporcional (deputado federal e deputado estadual).

Segundo Veneziano, uma aliança integral entre as duas legendas garantirá uma unidade em torno de todas as candidaturas, sobretudo no caso do candidato a governador da aliança, ele próprio; e do candidato a senador, Lucélio Cartaxo (PT). O pré-candidato peemedebista se mostrou preocupado com a possibilidade de os dois partidos não estarem juntos na proporcional.

“Nós temos uma preocupação com a composição proporcional. Precisamos que todos os candidatos estejam plenamente envolvidos, estejam sentimentalmente e emocionalmente envolvidos”, defendeu Veneziano, ao reforçar que desta forma haverá a certeza de que todos os candidatos dos dois partidos estarão unidos e decididos em relação ao projeto maior de PMDB e PT.

Segundo o pré-candidato peemedebista, caso a aliança integral não ocorra, os prejuízos serão vistos. “Se nós sairmos na majoritária juntos e nos separarmos na proporcional, haverá uma disputa e uma rivalização interna, de uma forma que esse digladiamento só fará prejudicar. Deixarão de lado a chapa majoritária e prevalecerá o instinto do salve-se-quem-puder”, afirmou.

Outro ponto destacado por Veneziano é que a união PMDB-PT na disputa majoritária e proporcional proporcionará, da mesma forma, a atração de outras legendas ao projeto, reforçando ainda mais as chapas majoritária e proporcional, como é o caso do PSC. “Se estivermos unidos de forma integral, poderemos, também, atrair outros partidos para o projeto”, disse ele.

Da Redação com Assessoria
WSCOM Online