Vendas do varejo na Paraíba registram 2ª maior taxa de crescimento do Nordeste

Vendas do varejo na Paraíba registram 2ª maior taxa de crescimento do Nordeste

As vendas do comércio varejista da Paraíba voltaram a reagir e registraram a 2ª maior taxa de crescimento do Nordeste. Segundo dados da Pesquisa Mensal do Comércio (PMC) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o resultado de abril sobre março apresentou alta de 1,6%. O índice ficou atrás apenas do Estado de Sergipe (6,3%), que apresentou a maior taxa do país. O crescimento da Paraíba também ficou bem acima do país (0,5%) no mesmo período de comparação.

De acordo com os dados da pesquisa do IBGE, 18 das 27 unidades da federação registraram crescimento positivo de março para abril, enquanto outras nove unidades tiveram queda. As maiores altas são Sergipe (6,3%), Amapá (3,5%), Paraná (2,9%), Tocantins (2%), Paraíba (1,6%) e o Piauí (1,6%). Já as maiores quedas ficaram com Rondônia (-3,7%) e a Bahia (-1,8%).

Já na comparação de abril deste ano com o mesmo mês do ano passado, a Pesquisa Mensal do Comércio (PMC) apontou que todas as 27 unidades da Federação apresentaram variações negativas na comparação com o mesmo período do ano anterior, destacando-se em termos de influência no resultado global: São Paulo (-4,8%) e Minas Gerais (-13%), seguidos por Rio de Janeiro (-8,7%) e Rio Grande do Sul (-15,1%). A Paraíba teve a segunda menor queda (-2,1%), atrás apenas de Minas Gerais (-1,3%). Os estados do Norte como Amapá (-15,1%), Rondônia (-14,7%) e Amazonas (14,3%) puxaram as maiores quedas do varejo.A Pesquisa do IBGE visita e avalia os dados de 5.700 empresas em 27 unidades da Federação.

 

 

 

 

Secom PB