Vendas de veículos têm pior 1º semestre em 10 anos, segundo Fenabrave

Vendas de veículos têm pior 1º semestre em 10 anos, segundo Fenabrave

As vendas de carros, caminhões e ônibus tiveram o pior 1º semestre em 10 anos, segundo dados da federação dos concessionários (Fenabrave), divulgados nesta sexta-feira (1º).

Foram vendidos 983.599 veículos entre janeiro e junho últimos, contra 1.318.984 no mesmo período de 2015, uma queda de 25%.

O resultado foi o pior desde 2006, quando foram emplacadas 861.000 unidades no 1º semestre. No mesmo período de 2007, o volume já passou de 1 milhão (1.082.257 unidades).

Antes do fechamento do período, a associação das montadoras (Anfavea) já havia revisto, para baixo, as projeções de vendas e de produção para 2016. As vendas devem cair 19%, para pouco mais de 2 milhões. Enquanto era o quarto maior mercado do mundo, nos primeiros anos da década, o Brasil chegou a vender o dobro disso.

Comparação mensal

No mês de junho foram vendidos 171,7 mil veículos, um montante 19% inferior ao de 1 ano atrás, mas 2,5% superior do de maio.

Por segmento

As vendas de carros caíram 25% no 1º semestre, somando 951,2 mil unidades. O tombo foi mais forte para os veículos pesados. Os emplacamentos de caminhões tiveram queda de 32% de janeiro a junho, na comparação com o mesmo período de 2015 (25,4 mil). Os de ônibus caíram 40,7% (6,9 mil).

O segmento de motos, contado à parte, registrou baixa de 14,7% no semestre, com 547 mil unidades vendidas, frente ao janeiro a junho de 2015.

Carros mais vendidos

Carro mais vendido em 2015, o Chevrolet Onix manteve a liderança no 1º semestre, com 68.535 unidades emplacadas nos primeiros meses deste ano. Em seguida, aparece o Hyundai HB20, com 55.922 unidades. O “pódio” é completado pelo Ford Ka, que teve 34.571 veículos vendidos.

 

 

 

 

 

Ig