Veja os acusados de assassinar o irmão ex-prefeito de Boa Ventura; crime foi R$ 200

Veja os acusados de assassinar o irmão ex-prefeito de Boa Ventura; crime foi R$ 200

A Polícia Civil da Paraíba apresentou, na tarde desta terça-feira (26), em entrevista coletiva na Central de Polícia, os acusados da morte do empresário Cláudio Arruda Filho, 52, no bairro do Rangel, em João Pessoa.

O comerciante Moisés Macedo Cordeiro é acusado de ser o mandante do crime e, segundo a polícia, teria encomendado a morte de Claudio Arruda por  R$ 200 e uma bicicleta. O motivo seria uma dívida que o comerciante tinha com a vítima.

Ao chegar a Central de Polícia, Moisés disse que devia cerca de R$ 3 mil a Cláudio, mas alegou inocência no crime. Para ele, as acusações recaem contra sua pessoa por causa da  dívida.

O acusado de ser o autor do disparo contra o empresário foi identificado como Igor. A arma do crime também foi apresentada pela polícia.

Em entrevista ao programa 60 Minutos, apresentado pelos jornalistas Heron Cid e Anderson Soares, na Rádio Arapuan FM, o titular da Delegacia de Homicídios de João Pessoa, Pedro Ivo, revelou detalhes das investigações e disse que após as pistas levantadas a  Polícia tem a convicção da participação dos acusados no crime.

Pedro Ivo contou que começou a desconfiar do comerciante após contradições do acusado durante depoimento na delegacia.

es do acusado durante depoimento na delegacia

 
O delegado confirmou disse ainda que o autor do disparo, que receberia dinheiro após o delito,  confessou  crime e apontou o comerciante de bicicletas como mentor da morte do empresário.

 

 

 
 
 

MaisPB

 

 

 

 

 

 

 

 

Mais PB