Vazamento de ofensas de procurador a Veneziano deve ter desdobramento

Vazamento de ofensas de procurador a Veneziano deve ter desdobramento
Uma declaração dada pelo procurador geral do Município de Campina Grande, José Mariz, em um grupo de WhatsApp, gerou intenso mal estar neste fim de semana. É que o comentário vazou, se espalhou pelas redes sociais, e trazia ofensas ao deputado federal Veneziano Vital do Rêgo (PMDB). Mariz assumiu a postagem  e prometeu falar sobre o ex-prefeito de Campina Grande no rádio, onde teria sido ofendido pela esposa de Veneziano, Ana Cláudia Vital do Rêgo. Segundo ele, em uma emissora de rádio, ela teria feito uma "insinuação pouco lisonjeira" a seu respeito.
 
Mariz também declarou ter respondido a Veneziano, que na rádio Correio, dissera achar que o procurador teria "algum tipo de fixação por ele".
 
“Pra quem me conhece, sabe que vivo uma vida dentro dos padrões Cristãos. Congrego semanalmente na 1ª  Igreja Batista de Campina Grande. Sou casado e também tenho três filhos e minha esposa está grávida do quarto filho que, com as graças divinas, deve chegar ao mundo no mês de junho. Um dos meus filhos foi quem me interpelou sobre uma insinuação pouco lisonjeira feita pelo esposa da Dra. Ana Claudia a meu respeito em uma rádio que cobre mais de 400 Mil habitantes. Fui a um grupo de WhatsApp e lá estava, naquele instante, as palavras do Senhor Veneziano a meu respeito, foi quando desferi aqueles comentários. Não usei a rádio que o Veneziano usou – ainda irei exercer o meu direito de resposta – mas reagi à injusta agressão que sofri à altura do ataque pessoal sofrido. Deveria fazer esse apelo melodramático explicando, primeiro, as agressões formuladas pelo “santo” esposo a minha pessoa para, em seguida, falar o que vem falando.” 
 
Confira a postagem  de José Mariz sobre Veneziano que considerou a frase repugnante e inaceitável:
 
 
 
 
Confira o que disse Ana Cláudia Vital do Rêgo sobre o assunto nas redes sociais:
 

 

 

 

Parlamento PB