Turismo de negócios e eventos deve movimentar mais de R$100 mi na PB

Turismo de negócios e eventos deve movimentar mais de R$100 mi na PB

O turismo de negócios eventos em João Pessoa vem ganhando destaque nos últimos anos e fazendo a Paraíba despontar como um dos Estados que mais cresce no setor. A expectativa do Convention Bureau de João Pessoa é que, entre 2015 e 2018, sejam movimentados mais de R$100 milhões por esse segmento, com 28 eventos (25 nacionais e 3 internacionais) já captados e que devem ter a participação de cerca de 56 mil pessoas.

O analista do Sebrae Nacional, Geraldo Henrique da Costa, esteve em João Pessoa nestas quinta-feira (29) e sexta-feira (30), para conhecer os projetos realizados na Capital paraibana e visitar os empreendimentos turísticos. "A Paraíba é uma de nossas referências nesse projeto de boas práticas do turismo de negócios. Sabemos que o trabalho que está sendo feito aqui está tendo resultado, por isso viemos conhecer o papel de cada parceiro envolvido", disse o analista que faz parte do projeto de Turismo Rural, Negócios e Eventos do Sebrae Nacional.

Durante os dois dias, foram apresentados ao Sebrae Nacional os trabalhos realizados pelo Sebrae Paraíba, Convention Bureau de João Pessoa, Governo do Estado e Prefeitura de João Pessoa. "A força da nossa parceria é que tem feito nosso trabalho ser exitoso. A Paraíba como destino de sol e mar já está consolidado no mercado nacional, mas precisamos fortalecer ainda mais o turismo de negócios e eventos", disse a gestora de Turismo do Sebrae Paraíba, Regina Amorim.

A presidente da Empresa Paraibana de Turismo (PBTur), Ruth Avelino, destacou a visibilidade que o turismo na Paraíba vem ganhando nos últimos anos. "Temos avançado no turismo de lazer e estamos criando uma grande estrutura para o turismo de negócios", disse a presidente, destacando o novo Centro de Convenções de João Pessoa, que apenas no ano passado gerou cerca de R$25 milhões nos eventos realizados. "Temos um grande complexo, já quase 100% pronto, com capacidade de realizar eventos com até 25 mil pessoas", completou.

O presidente de Convention Bureau de João Pessoa, Camilo Juliani, destacou que, com o Centro de Convenções, o turismo de eventos começou a deslanchar. "Em 2007, por exemplo, tivemos em torno de 17 eventos em João Pessoa, com média de 500 participantes por evento. Agora podemos captar mais eventos, maiores e com público qualificado, com maior poder de compra", disse Camilo.

Sebrae qualifica profissionais

Regina Amorim ressaltou que o turismo de eventos é um excelente negócio para aumentar a ocupação hoteleira da cidade na baixa estação. Ela destacou que em 2008, os hotéis de João Pessoa tinham uma média de ocupação de 56% nos meses que não eram de férias. Atualmente, mesmo na baixa estação, esta média supera os 70%. "A cidade recebe turistas o ano inteiro. Por isso, o trade precisa estar qualificado e capacitado, assim como os profissionais que trabalham com eventos", disse.

Este ano, o Sebrae irá iniciar a sua décima turma do Curso de Formação de Empreendedores em Eventos. "Temos que aproveitar o bom momento do turismo de negócios em nosso Estado. O curso é uma grande oportunidade para quem já trabalha nesta área ou para quem quer iniciar o próprio negócio", afirmou Regina. As inscrições para o curso já começam no próximo dia 2 de fevereiro, no Sebrae João Pessoa.

Durante o curso, os alunos aprendem práticas de habilidades específicas, como planejamento, organização, gestão e realização de eventos das mais variadas áreas. Ao final da capacitação, os alunos realizam um evento na prática.

 

 

 

Assessoria