Tucanos confirmam apoio à CPI do HSBC

Tucanos confirmam apoio à CPI do HSBC

O presidente nacional do PSDB, senador Aécio Neves, e o líder da bancada tucana no Senado, Cássio Cunha Lima (PB), confirmaram nessa terça-feira (3) no plenário o apoio e a participação dos senadores tucanos à CPI do HSBC. Proposta pelo senador Randolfe Rodrigues (PSOL-AP), a comissão pretende investigar as suspeitas dos crimes de sonegação e evasão fiscal em contas abertas por brasileiros em agências do HSBC na Suíça.

O Brasil aparece em quarto lugar em número de pessoas com contas no HSBC na Suíça, com 8.667 clientes que teriam movimentado R$ 20 bilhões por meio do banco.

“O PSDB não apenas apoia a iniciativa do senador Randolfe, como participará, com quadros qualificados que tem, de mais essa CPI”, afirmou Aécio Neves em discurso no plenário.

O presidente do partido usou a palavra para rebater mensagens postadas nas redes sociais acusando o PSDB de não apoiar a investigação.

“Ao longo dos últimos dias houve uma cobrança muito grande, em especial nas redes, uma exploração desse tema, agora plenamente esclarecido”, afirmou o presidente nacional do PSDB.

 

 

 

MaisPB