TSE divulga procedimentos de cancelamento de título eleitoral

TSE divulga procedimentos de cancelamento de título eleitoral

Foi publicado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) a Resolução 23.419, da relatoria do ministro corregedor-geral, João Otávio de Noronha, que estabelece os prazos para execução dos procedimentos relativos ao cancelamento de inscrições e regularização da situação dos eleitores que deixaram de votar nos três últimos pleitos. Caberá aos Tribunais Regionais Eleitorais (TREs) adotarem as providências necessárias.

A Corregedoria do TRE-PB, editou o Provimento 01/2015 que define orientações para a execução dos procedimentos para cancelamento de inscrição e regularização de situação de eleitores que deixaram de votar nas três últimas eleições. As relações contendo os nomes e os números de inscrição dos eleitores faltosos estarão disponíveis a partir do próximo dia 25 nos cartórios eleitorais para consulta pública.

De acordo com a legislação eleitoral, quem faltou e não justificou a ausência de voto em três eleições consecutivas, onde cada turno equivale a uma eleição, poderá ter o título de eleitor cancelado. As relações contendo os nomes e os números de inscrição dos eleitores faltosos estarão disponíveis a partir do próximo dia 25 nos cartórios eleitorais para consulta pública.

As regras valem para os brasileiros alfabetizados que têm entre 18 e 70 anos, excluindo os que se enquadrem como analfabetos, os que têm 16 e 17 anos e os maiores de 70 – denominados eleitores facultativos. Também não estão sujeitas ao cancelamento as inscrições atribuídas a pessoas portadoras de deficiência que torne impossível ou extremamente oneroso o cumprimento das obrigações eleitorais.

Para efeito do cancelamento do título, serão consideradas as ausências às eleições com data fixada pela Constituição Federal e às novas eleições determinadas pelos TREs. Não serão computadas eleições que tiverem sido anuladas por força de determinação judicial.

Os eleitores que procurarem a Justiça Eleitoral serão orientados a solicitar a formalização de Requerimento de Alistamento Eleitoral (RAE), com operação de revisão ou transferência, conforme o caso, instruindo o pedido com a documentação necessária à sua apreciação e ao deferimento da respectiva operação.

Nos casos dos eleitores de João Pessoa e Campina Grande, não haverá cancelamento devido ao cadastramento biométrico que ocorreu em 2014.

 

 

 

MaisPB