Trócolli diz que bancada da PB deveria se espelhar em atitude de Lira de cobrar recursos a ministro

Trócolli diz que bancada da PB deveria se espelhar em atitude de Lira de cobrar recursos a ministro

O deputado Trócolli Junior (PROS) enalteceu nesta terça-feira (18) a postura do senador Raimundo Lira (PMDB) que enviou ao ministro das Cidades, Bruno Cavalcanti de Araújo, um ofício cobrando os repasses de recursos para as obras do Viaduto do Geisel, na Capital paraibana. Trócolli apontou a altivez na atitude de Lira oficiando o ministro sobre suposta "perseguição" à Paraíba. Veja ofício de Lira ao final da matéria.

Em setembro, numa conversa com Lira, o ministro havia dado a palavra de que iria liberar a parcela correspondente à segunda medição das obras. Como isso não aconteceu, o parlamentar voltou a cobrar a liberação dos recursos.

"Quero comunicar à Casa que estarei viajando logo mais à Capital Federal, onde irei tratar de recursos para a Paraíba, ao lado do senador Raimundo Lira", disse Tócolli.

Segundo Trócolli, a posição adotada pelo senador Raimundo Lira deveria ser seguida por todos os membros da bancada federal da Paraíba. "Nós precisamos de parlamentares como o senador Raimundo Lira, que foi duro na sua cobrança, dizendo inclusive que o ministro tinha quebrado sua palavra, que tinha marcado a data para a liberação dos recursos e isso não ocorreu. Quem sai prejudicada é a população da Paraíba", desabaou o parlamentar. 

Trócolli declarou sua admiração pelo senador Raimundo Lira e defendeu homenagem por parte da Assembleia Legislativa da Paraíba, com a Medalha de Epitácio Pessoa, de propositura do deputado Tovar Correia Lima (PSDB).

"Que esse posicionamento do senador possa inspirar também os nossos deputados federais e os nossos senadores a ter o mesmo comportamento quando o assunto for benefício para a Paraíba", disse Trocolli.  

Ele pediu para registrar nos anais da Assembleia Legislativa o ofício que o senador Raimundo Lira encaminhou ao ministro das Cidades cobrando a liberação dos recursos. 

"Pedi que se fizesse isso para que sirva de exemplo para os demais membros da bancada federal. Quando o assunto for de interesse da Paraíba não existe partido, nem apoio à base do governo. Existe cobrança firme e decidida como o senador Raimundo Lira fez", afirmou.

 

 

Paraiba.com.br