TRE-PB pode encerrar cadastramento biométrico ao atingir 80% da meta e pede que eleitores se apressem

TRE-PB pode encerrar cadastramento biométrico ao atingir 80% da meta e pede que eleitores se apressem

O coordenador de eleições do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB), Fábio Falcão, alertou aos eleitores que o órgão poderá encerrar o cadastramento biométrico caso chegue a 80% da meta e que os cidadãos que não conseguirem fazer o recadastramento terão os títulos cancelados. 

De acordo com Fábio, o cadastramento biométrico vai até o dia 28 de janeiro e destacou que a Paraíba é o segundo estado mais adiantado nesta questão, porém afirmou que não adianta a Justiça Eleitoral estar adiantada se o cidadão não comparecer e atingir a meta.

"O cadastramento iniciou no semestre passado e quanto mais cedo o eleitor comparecer, melhor pois ao chegar aos 80% o TRE pode cancelar os títulos não recadastrados e homologar a biometria", disse.

Falcão alertou ainda que a Paraíba terá problemas em Bayeux e Santa Rita onde as pessoas estão deixando para última hora e essas duas cidades estão com níveis baixíssimos. "Quanto mais cedo comparecerem, menos filas vão pegar", destacou.

O coordenador afirmou também que na região de Sousa a biometria tem caminhado bem, porém na cidade de Sousa não chegou a 50% do recadastramento.

"O presidente do TRE, João Alves, fez questão de instalar postos de biometria em todos os municípios que fazem parte da revisão biométrica para que os eleitores não precisassem se deslocar", afirmou destacando que não há um motivo para a demora das pessoas comparecerem.

Fábio afirmou ainda que a Paraíba está em segundo no ranking nacional com o maior índice de comparecimento à biometria, porém lembrou que isso não significa nada se os eleitores não comparecerem e o TRE tenha alcançado 80% até o final de janeiro.

 

 

 

Assessoria