TRE-PB já soma seis pedidos de forças federais para eleições nos municípios

TRE-PB já soma seis pedidos de forças federais para eleições nos municípios

Sinal de que a campanha está ficando acirrada nos municípios paraibanos. Começaram tímidas as solicitações, mas a praticamente 15 dias para as eleições de outubro, ‘desandou’ a chegar pedidos dos juízes eleitorais, de envio de tropas federais para reforçar a segurança no dia do pleito, em vários municípios paraibanos: Campina Grande, Piancó, Alhandra, Esperança, São José do Brejo do Cruz e o último que chegou foi originário de Teixeira. Apenas o primeiro pedido de reforço federal, encaminhado pelas juízas eleitorais das 16ª, 17ª, 71ª e 72ª Zonas, com sede no município de Campina Grande, foi aprovado até agora, com base em um alegado histórico de acirramento político da localidade. 

O julgamento que aprovou a solicitação aconteceu nessa quinta-feira (15), e será enviado para deliberação do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). 

Entre os novos pedidos ao TRE, o de Piancó, para um total de quatro cidades - Piancó, Emas, Catingueira e Olho D'Água - , é o que está com a tramitação mais adiantada, já que chegou no último final de semana ao tribunal. O último, de Teixeira, foi autuado nesta tarde de sexta-feira (16).

O juiz da 73ª Zona Eleitoral, que abrange o município de Alhandra, Antônio Eimar de Lima, fez seu pedido de tropas federais ao TRE argumentando ser insuficiente o contingente policial da Companhia de Alhandra. O processo originário de Alhandra tem como relator o juiz Breno Wanderley. 

Os demais também já foram distribuídos. Os processos de Esperança, Brejo do Cruz (38ª Zona Eleitoral) e Teixeira (30ª Zona Eleitoral) têm a relatoria do juiz Ricardo Freitas. Já o pedido de Piancó (32ª Zona Eleitoral) está com o juiz Antônio Carneiro. Este é o mais adiantado dos processos. Já tem inclusive resposta do governador Ricardo Coutinho, que é oficiado sobre todas as solicitações. O processo está concluso para despacho do magistrado, para poder ir a julgamento pela Corte do TRE, autorizando, ou não, seguir para o TSE. 

Fora os pedidos de efetivo do Exército, os próximos quinze dias prometem uma pauta extensa. O TRE-PB ainda está julgando, também, recursos em registros de candidaturas oriundos das Zonas Eleitorais nos municípios paraibanos. O prazo para julgamento dos registros de candidaturas nas zonas eleitorais terminou no dia 12. 

De acordo com a coordenadora de Registros e Informações Processuais da Secretaria Judiciária do TRE-PB, Aline Vilar, chegaram ao tribunal cerca de 215 recursos em registros de candidatura, e foram julgados 63.

 

Click PB