TRE e PM discutem plano de segurança para as eleições

TRE e PM discutem plano de segurança para as eleições

O presidente do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba, desembargador Saulo Benevides, o desembargador João Alves da Silva e o juiz Tércio Chaves de Moura, vice-presidente e corregedor geral do TRE, respectivamente, receberam nesta terça-feira o comandante da Polícia Militar da Paraíba, coronel Euller de Assis Chaves, para discutir o Plano de Segurança Pública para as Eleições 2014. Nessa primeira reunião o presidente entregou ao comandante o calendário eleitoral e as Resoluções do Tribunal Superior Eleitoral que dizem respeito ao pleito. O desembargador também se comprometeu a enviar os cronogramas e relatórios de diversos setores do TRE-PB para que a polícia possa montar a estratégia de ação.

O comandante Euller Chaves informou que em julho já terá uma simulação pronta para apresentar ao TRE quanto à atuação da Polícia Militar para garantir a segurança pública durante as eleições. Ele lembrou que o último pleito foi tranqüilo em todo o Estado e acredita que este ano não será diferente. O comandante da PM estima que contará com um efetivo de 10 mil policiais para garantir a segurança dos eleitores. Ele disse ainda que está sendo feito um controle de escalas que otimiza o trabalho do efetivo da PM e com isso ficará mais fácil distribuir a tropa no dia 5 de outubro.

Durante a reunião ficou acertado que a Polícia Militar enviará representantes para participar das audiências públicas que o Tribunal Regional Eleitoral realizará em  João Pessoa, Campina Grande e Cajazeiras, como também para uma reunião que será feita com todos os juízes eleitorais e procuradores. O objetivo é repassar à PM os principais problemas enfrentados pelos juízes nas últimas eleições no que diz respeito à segurança pública.