TRE determina a suspensão de mais duas pesquisas eleitorais na Paraíba

TRE determina a suspensão de mais duas pesquisas eleitorais na Paraíba

O Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB) decidiu suspender mais duas pesquisas de intenções de voto sobre a sucessão estadual deste ano na Paraíba. Desta vez, a juíza auxiliar da propaganda, Niliane Meira, determinou a suspensão das consultas 0007/2014 e 0010/2014, realizadas pelo Instituto Souza Lopes e contratadas pelo Sistema Correio de Comunicação.

Com a nova decisão do TRE, o número de pesquisas suspensas na Paraíba por irregularidades já chega a cinco. Nas semana passada, a mesma juíza havia determinado a suspensão das consultas 0012/2014 e 0013/2014, do Instituto Souza Lopes, e a 0016/2014, realizada pelo Instituto IPESPE, e encomendada pelo Jornal da Paraíba.

A suspensão das pesquisas Souza Lopes/Sistema Correio e IPESPE/Jornal da Paraíba foi solicitada à Justiça Eleitoral pelo candidato a deputado estadual Leandro Wagner Queiroz Barbosa (PPL), mais conhecido como Léo Cigano do Povo, da coligação ‘A Força do Trabalho IV’, através do advogado Francisco Ferreira, que encontrou várias irregularidades no registro das cinco consultas, como a ausência de dados dos municípios e bairros em que foram coletadas as informações de intenções de voto.

“Mais uma vez, o Instituto Souza Lopes, assim como também incorreu o IPESP na ultima pesquisa divulgada e suspensa pela Justiça, não respeitou a Lei Eleitoral. Como confiar nos dados de uma pesquisa onde a empresa pesquisadora não traz a conhecimento da Justiça Eleitoral os dados obrigatórios para a conferência da veracidade e autenticidade das informações? Como confiar nos números de uma pesquisa que tem sete dias para trazer esses dados e passa meses sem apresentar?”, questionou o advogado.

 

Assessoria