Três pessoas são feridas a golpes de faca e disparos de arma de fogo na grande João Pessoa

Três pessoas são feridas a golpes de faca e disparos de arma de fogo na grande João Pessoa

Três pessoas foram feridas a golpes de faca e disparos de arma de fogo nas últimas 12 horas na grande João Pessoa. Um dos casos aconteceu no conjunto Bela Vista, no bairro do Cristo Redentor, Zona Oeste de João Pessoa. O outro ocorreu em Santa Rita, no Alto das Populares. No fim da noite, mulher foi baleada em Bayeux, no Jardim São Lourenço. Todos os feridos deram entrada no Hospital de Emergência e Trauma da Capital.


Segundo informações do cabo Sildo, do Posto Policial do Trauma, Luiz Carlos Soares dos Santos, de 26 anos, estava bebendo com amigos em uma casa, no bairro do Cristo, quando Thiago, um dos presentes, teve um desentendimento com ele. “A mãe de Luiz Carlos afirmou que, após o princípio de confusão, o agressor partiu em busca de uma faca, desferindo dois golpes no jovem ao retornar, um nas costas em outro no antebraço”, disse o cabo. Ele deu entrada no hospital às 16h30.



O policial acrescentou que Luiz Carlos é dependente químico e que não houve gravidade nos ferimentos. Foi feito um procedimento de sutura e o agredido já foi liberado das dependências do hospital. Thiago foi preso em flagrante e encaminhado à Delegacia de Homicídios de João Pessoa.



Na outra ocorrência, Reginaldo França de Oliveira, de 29 anos, estava na residência de um amigo com outras pessoas, no Alto das Populares, em Santa Rita, quando, às 18h15, um grupo invadiu o local anunciando pertencer a uma facção (esta não pôde ser identificada pela vítima).



“Os invasores efetuaram uma série de disparos, mas apenas um atingiu a coxa direita de Reginaldo. O projétil transfixou o membro e não ficou alojado”, resumiu o cabo Sildo. Ele continua internado no Hospital, mas seu quadro não apresenta gravidade.

Às 22h, mais uma vítima de arma de fogo foi socorrida para o Hospital de Trauma. Maria de Lourdes da Silva Santos, de 29 anos, vinda do Jardim São Lourenço, em Bayeux, sofreu um tiro no peito direito. Segundo parecer da unidade hospitalar, seu estado é regular. Ainda não se conhecem as circunstâncias do disparo.  

 


Redação