Tovar critica debate após MP 242: “Devia ter ouvido o povo”

Tovar critica debate após MP 242: “Devia ter ouvido o povo”

O deputado estadual Tovar Correia Lima (PSDB) vai participar nessa segunda-feira (29), às 13h, de audiência pública na Assembleia Legislativa do Estado para debater a Medida Provisória 242 editada pelo governador Ricardo Coutinho, suspendendo os reajustes das remunerações dos servidores estaduais.

O parlamentar é contra o ato e já usou a tribuna da Casa de Epitácio Pessoa para criticar a MP. “Iremos debater o assunto hoje, mas já adianto que melhor teria sido se a bancada de situação tivesse proposto a discussão antes da publicação da Medida. Tenho certeza que iríamos chegar a outras soluções para economizar recursos públicos, que não fossem às custas do trabalhador. Mesmo atrasada, a audiência irá contar com as nossas sugestões”, confirmou.

Tovar lamentou que o Governo do Estado tenha preferido congelar o aumento do funcionalismo ao invés de buscar outras saídas para o enfrentamento da crise. Ele fez questão de lembrar que o posicionamento do Ricardo Coutinho deputado certamente seria muito diferente do Ricardo Governador.

“Ricardo chegou ao poder prometendo diminuir a conta de água, valorizar o servidor, aumentar o contingente de policiais nas ruas, acabar com a violência em seis meses e tantas outras promessas que não cumpriu. Ele ludibriou a população porque era esse o discurso que fazia quando era deputado de oposição. Mas, quando chegou ao Palácio esqueceu e tem feito exatamente o contrário”, denunciou.

A Medida Provisória 242 suspendeu os reajustes das remunerações e subsídios dos servidores ativos civis e militares da administração direta e indireta, inclusive, dos proventos dos servidores inativos e pensionistas.

 

 

 

MaisPB