TJPB reforça segurança de comarca em rota de fuga e tráfico

TJPB reforça segurança de comarca em rota de fuga e tráfico

Na Paraíba, existem 27 comarcas de fronteira. Durante reunião da Comissão de Segurança do Tribunal de Justiça da Paraíba, realizada no município de Cajazeiras, especialistas afirmaram que as comarcas de fronteira precisam receber um tratamento diferenciado e mais urgente, por serem rota de fuga e de tráfico de drogas.

“Isso deixa o juiz mais vulnerável”, afirmou o  presidente da Comissão, desembargador Oswaldo Trigueiro Filho.

Todos os membros da Comissão se reuniram com os magistrados da região da Cajazeiras, com o objetivo de debater e encontrar saídas para melhorar a segurança da comarca do município e cidades vizinhas. O trabalho de interiorização também vai alcançar as comarcas do Cariri, Curimataú e Brejo.

O desembargador Oswaldo Trigueiro Filho, lembrou que, durante a realização do Fórum Orçamentário, Cajazeiras apontou a segurança como a situação mais importante e que requer mais investimentos.

Na oportunidade, foram levantados vários tópicos. Entre eles, a segurança de magistrados e servidores, audiência de custódia e a parceria com a Polícia Civil, para a instalação de um gabinete de gestão institucional, junto ao Poder Judiciário”, destacou Oswaldo Trigueiro. Segundo ele, esse gabinete servirá para administrar eventuais situações de juízes que são ameaçados de morte.

Para o desembargador, um avanço significativo foi a própria estrutura da Comissão de Segurança, com reuniões periódicas, com pauta de extremo interesse para o Judiciário local. “Além disso, fechamos parcerias importantes, com o intuito de efetivar as ideias levadas às reuniões. Dois grandes projetos estão sendo tocados. Um deles relacionado às comarcas de fronteira. O segundo é o acesso seguro”, ressaltou o presidente da Comissão.

O projeto Acesso Seguro, visa organizar o acesso de pessoas dentro dos fóruns de todo o Estado e do Tribunal de Justiça da Paraíba. Apesar de já haver ações desses projetos ocorrendo em outras partes do Estado, em Cajazeiras eles ainda estão em fase se apresentação.

 

 

 

 

MaisPB com TJPB