TJ mantém prisão de atleta e personal acusados de tráfico de drogas

TJ mantém prisão de atleta e personal acusados de tráfico de drogas

Os jovens Pedro Uchoa, personal trainer e DJ, e Caio Gabínio, ex-jogador de handebol, vão permanecer presos até decisão judicial. Os dois foram denunciados pelo Ministério Público Estadual, pela suposta prática dos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico.

Nessa segunda-feira (22) os rapazes foram ouvidos, durante audiência de custódia, pela juíza da Vara de Entorpecentes da Capital, Maria Aparecida Sarmento Gadelha, que decidiu pela manutenção da prisão preventiva.

De acordo com a magistrada, a prisão preventiva foi mantida por que há fortes indícios da prova da materialidade e de autoria dos crimes. Os dois se encontram recolhidos no 5º Batalhão da Policia Militar, no Conjunto Valentina de Figueiredo, tendo em vista que os mesmos têm curso superior.

 

 

MaisPB