Tiroteio em velório aterroriza parentes e amigos de menor assassinado

Tiroteio em velório aterroriza parentes e amigos de menor assassinado

Durante velório de adolescente assassinado no bairro do Geisel, na tarde da terça-feira (3), foi registrada uma ousada tentativa de homicídio, por volta das 15h40 desta quarta-feira (4). O fato ocorreu no cemitério do bairro Cristo Redentor, na zona oeste da capital paraibana.

Um indivíduo não identificado invadiu o local e efetuou dois disparos, surpreendendo os presentes. Ninguém foi atingido nessa ação. Logo após o ato, o criminoso correu, pulou o muro do cemitério e fugiu de moto com um comparsa que o esperava.

A Cavalaria da Polícia Militar, responsável pela cobertura do bairro, esteve no local para registrar a ocorrência. Segundo o Tenente Thiago, que fez as devidas averiguações, o caso pode ter sido motivado por disputas entre gangues rivais. “Após o homicídio do menor, é provável que os inimigos tenham tido o objetivo de eliminar os amigos do mesmo, já que estavam todos no velório”, interpretou o policial.

Ainda segundo o tenente, o menor morto, de 16 anos, teria envolvimento com tráfico de drogas e outros crimes como assaltos e furtos. Ele é oriundo de uma família evangélica e se desvirtuou e entrou para o mundo do crime há cerca de dois anos, quando passou a andar com más companhias. Algumas dessas amizades estavam presentes e não souberam descrever quem foi o autor dos tiros.