Tião e Edmilson devem disputar presidência da Assembleia

Tião e Edmilson devem disputar presidência da Assembleia

O deputado estadual eleito Ricardo Barbosa (PSB) nunca teve papas na língua. Hoje, durante entrevista concedida à Arapuan FM, deixou claro que o estilo não vai mudar. Ao mesmo tempo em que revelou as candidaturas postas de Edmilson Soares (PEN) e Tião Gomes (PSL) para a presidência da Assembleia Legislativa, cargo também ambicionado pelo atual presidente, Ricardo Marcelo, Barbosa ainda criticou duramente a atual legislatura, dizendo que foi a menos qualificada da história do poder legislativo estadual.

"A Assembleia, diferentemente desta que está eleita, melhorou bastante. Essa que está aí é a mais fraca da história e não vou mudar meu discurso. A mais inexpressiva, a que menos trabalhou... foi de uma iniquidade abissal. Mas, não estou dizendo que todos os deputados eram incapazes ou preguiçosos. Mas, grande parte dos deputados que estão assentados lá agiam dessa forma. Com uma produção pequena e de baixa qualidade. Passaram dois anos e tanto fazendo uma reforma naquele prédio e era uma forma de não ter reuniões. Sobre a eleição da mesa, já recebi ligações de deputados dizendo que almejam ser candidatos. Tião Gomes e Edmilson Soares. Mas, não chegaram a me pedir votos. Não tenho dúvida que faremos maioria. Acho legítimo que queiram postular. Imagino que o atual presidente seja candidato e sei que está se articulando. É um forte candidato".

Cássio subestimou Ricardo

Ao fazer uma análise do resultado das urnas na Paraíba, garantindo a vitória do socialista, Ricardo Barbosa disse que o senador Cássio Cunha Lima subestimou e abusou da crença de que a campanha já estava ganha.

"O senador Cássio e todo seu staff mais próximo acreditava que a campanha seria mais ou menos como a de Maranhão contra Gilvan Freire, em 98, e não era. Enfrentar Ricardo Coutinho tá provado que não é fácil. Não é só Ricardo Coutinho pessoa, cidadão, político. É um governo exitoso, um governo com um cadedal de obras, que desenvolveu a Paraíba em todos vetores e setores. Não era fácil e aí subestimaram, abusaram da confiança e da crença de que a campanha estava ganha", enfatizou.

Enquanto isso, ressaltou, "o povo foi visualizando a grandiosidade da obra, a robustez da obra edificada pelo governo e foi tomando partido, foi fazendo a comparação, foi conhecendo o trabalho", fazendo a sua opção.

O deputado eleito disse também que o governador Ricardo Coutinho tinha certeza de que venceria a disputa eleitoral na Paraíba. "O governador Ricardo Coutinho até nos causava estranheza com a convicção, a crença que ele tinha da vitória", revelou. E essa convicção da vitória nas urnas, ressaltou, era com base no trabalho realizado no Estado e no reconhecimento da população desse trabalho.