Tese de união entre PSD, PMDB e PSDB repercute no meio político

Tese de união entre PSD, PMDB e PSDB repercute no meio político

A provável aliança entre PSD e PSDB nas eleições deste ano em João  Pessoa foi tema, no último sábado (21), de uma visita do presidente municipal do PSD, Lucélio Cartaxo, ao presidente estadual do PSDB, Ruy Carneiro. O encontro foi antecipado, com exclusividade pelo Portal MaisPB. Ruy defende a união dos partidos que se opõem ao governador Ricardo Coutinho, já no primeiro turno.

Nos bastidores, o acerto entre os partidos é dado como certo. Nesta segunda-feira (23), o MaisPB ouviu integrantes das duas legendas, que avaliaram a viabilidade da aliança na Capital.

Defensora da união entre os dois partidos, a vereadora Eliza Virgínia (PSDB) comemorou o encontro e avaliou como um “sinal de que as coisas estão começando a andar”. A tucana ressaltou que os vereadores ainda não receberam da direção do partido um posicionamento em relação à data em que será ‘batido o martelo’. Ela voltou a defender uma aliança com o PSD. “É primordial para a gente ter uma campanha vencedora. É essencial a presença do PSDB junto ao PSD. Fico feliz, apesar de não saber o teor, porque começaram a conversar”, disse.

Outra entusiasta da coligação, a vereadora Raíssa Lacerda (PSD) também comemorou e deu como certa a aliança entre as duas legendas. A parlamentar lembrou que vem trabalhando há um certo tempo nos bastidores para viabilizar essa união e acredita que será muito bom para a cidade de João Pessoa. “Já era esperado, e com certeza ocorrerá”, profetizou.

O vereador Bira Pereira (PSD) considerou o diálogo entre as duas legendas como natural e disse que esse é o momento de se observar o cenário político local.

Bira lembrou que os parlamentares do PSDB participam desde o início da gestão Cartaxo e isso mostra que os vereadores reconhecem o potencial que o governo municipal tem. “Se houver o entendimento avançar nesse sentido, com certeza será um partido no nosso palanque”, avaliou.

O vereador Luiz Flávio, por sua vez, espera que o PSDB defina posicionamento já no próximo mês. “Precisamos escutar tanto de Lauremília, como do senador Cássio quais são as direções que o partido quer tomar”, disse. Ele acredita que nos próximos dias o PSDB deve bater o martelo em relação à disputa na capital e defendeu o nome de Lauremília Lucena para figurar como vice-prefeita na chapa de Luciano Cartaxo. Para ele, permanecer na base do prefeito é uma questão de coerência.

 

 

 

 

 

MaisPB