Templo de R$ 680 milhões erguido pela Universal será inaugurado nesta quinta

Templo de R$ 680 milhões erguido pela Universal será inaugurado nesta quinta

Erguido a um custo de R$ 680 milhões, segundo a Igreja Universal do Reino de Deus, a aguardada inauguração do gigantesco Templo de Salomão, em São Paulo, ocorrerá na próxima quinta-feira (31).

A ambiciosa ideia do todo-poderoso da igreja, o bispo Edir Macedo, não custou barato. Para colocar de pé os 35 mil metros quadrados de área construída (a Basílica de Aparecida tem 18 mil metros), o primeiro passo foi dar um novo uso a um estacionamento de 100 mil metros quadrados. Depois, os fiéis da Universal bancaram a importação de pedras de Hebron, em Israel, 10 mil cadeiras da Espanha e até pés de oliveiras. Todos esses itens fizeram o templo custar R$ 680 milhões, segundo a IURD.

O bispo assegura que o espaço é uma réplica fiel do templo em Jerusalém, construído pelo próprio rei Salomão, filho de Davi, centenas de anos antes do nascimento de Cristo. Destruído pelo império babilônico, foi reconstruído no ano 160 a.C., mas aí foi a vez de os romanos colocá-lo abaixo 70 anos d.C.

Enquanto durar o calendário oficial de inauguração, pelo menos 60 delegações internacionais devem visitar o prédio. A condição é que, até o fim deste período, visitantes desembolsem até R$ 45 para embarcarem em caravanas organizadas pela própria Universal, que vai contratar uma empresa de ônibus de turismo para cuidar do serviço.

O encontro de quinta vai ser a última chance de reunir de maneira pacífica centenas de políticos que, 19 dias depois, vão começar o tradicional vale-tudo no horário eleitoral gratuito.

IG