TCE do RJ bloqueia R$ 198 milhões de três construtoras envolvidas na operação Lava Jato

TCE do RJ bloqueia R$ 198 milhões de três construtoras envolvidas na operação Lava Jato

Foi aprovado por unanimidade, nesta terça-feira (5), o relatório do conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE) José Gomes Graciosa que, entre as recomendações, sugere como punição o bloqueio de R$ 198 milhões em créditos do Rio de Janeiro para as construtoras Odebrecht, Andrade Gutierrez e Delta, segundo informações da TV Globo.

O TCE chegou ao valor após análise de irregularidades e distorções na execução da obra de reforma do Maracanã. O contrato chegou ao tribunal em 2010 e teve 16 aditivos. Ao todo, correm outros 22 processos correndo paralelamente sobre a obra no estádio. O valor poderá ser retirado de todas as outras obras que estão a cargo das construtoras no estado.

A sessão plenária do tibunal, nesta terça, ocorre dias após a divulgação de trecho da delação premiada de Clóvis Renato Numa Peixoto Primo. Ele é ex-dirigente da Andrade Guitierrez e afirmou ter autorizado o pagamento de propina no valor de 1% do contrato do Maracanã.

O estádio foi reformado por um consórcio formado pela Andrade Gutierrez, Odebrecht e Delta. Na mesma delação, ele também disse que pagou 5% de propina ao ex-governador Sérgio Cabral.

 

 

 

 

 

 

G1