Taxa de iluminação pública gera polêmica na Câmara de Sousa

Taxa de iluminação pública gera polêmica na Câmara de Sousa

A possibilidade da implantação da contribuição de iluminação pública na cidade de Sousa tem gerado polêmica na Câmara de Vereadores. O projeto tramita nas comissões da Casa e deve ir a plenário para votação nos próximos dias.

Pretensos candidatos a Prefeitura de Sousa em 2016, o ex-prefeito Fábio Tyrone Braga (PSB) e o atual vice-prefeito, José Célio de Figueiredo (PPS) – adversários políticos do prefeito André Gadelha (PMDB) – acreditam na constitucionalidade do projeto.

Fábio Tyrone disse que o projeto é constitucional, apesar de entender que qualquer tarifa a mais é inoportuna para o povo. Já José Célio também acredita na legalidade da iniciativa e acha que o momento não é adequado para se discutir a proposta.

Uma audiência pública para discutir o assunto está marcada para acontecer na tarde desta segunda-feira (14). A oposição defende o arquivamento da matéria enquanto que os vereadores da situação acreditam que a cidade terá uma melhor iluminação e um serviço mais eficiente.

 

 

MaisPB