Supremo não deverá modificar o rito do impeachment

Supremo não deverá modificar o rito do impeachment

O rito do impeachment definido pelo Supremo Tribunal Federal em dezembro deverá ser mantido no julgamento de recurso impetrado pela Câmara Federal, na quarta-feira, informa o jornal O Globo.

Cinco dos onze integrantes da Corte creem que os termos definidos na votação do ano passado deverão ser preservados.

Com isso, a Câmara deverá realizar nova eleição – com voto aberto e sem possibilidade de chapa avulsa – para compor a Comissão do Impeachment.

 

 

 

 

 

*Com informações de oglobo