Suposto procurador federal é filmado xingando e fazendo ameaças a delegado em João Pessoa

Suposto procurador federal é filmado xingando e fazendo ameaças a delegado em João Pessoa

Um homem que se identifica como procurador federal foi filmado desacatando autoridades da Polícia Civil da Paraíba na tarde desta quarta-feira (30), em João Pessoa. Os vídeos circulam na internet e, segundo a Polícia Civil, o autor dos xingamentos já foi identificado. O caso está registrado na 10ª Delegacia Distrital da Capital.

Segundo o delegado geral adjunto da Polícia Civil da Paraíba, Isaías Gualberto, a confusão começou quando o dono de um bar da praia na orla do Cabo Branco, na Capital, decidiu registrar queixa de um homem que estaria causando problemas no estabelecimento. Ao chegar à delegacia, o homem, aparentemente embriagado, inicia uma série de xingamentos e ainda diz que é procurador federal, fazendo ameaças. O escândalo foi registrado em uma série de pelo menos três vídeos que circulam nas redes sociais.

Conforme relatou o delegado Gualberto, as autoridades da Polícia Civil que estavam na delegacia não ouviram absolutamente nada da confusão, mas, através dos vídeos, o caso ganhou repercussão e o autor dos xingamentos poderá responder nas esferas administrativa e penal.

Se for comprovado que o homem é um procurador federal, como relata nas gravações, Isaías Gualberto afirmou que ele poderá responder por vários crimes, como desacato, injúria e ameaça. “Não importa qual o cargo que ele assume como servidor público; com certeza, esse homem será punido conforme a lei”. Ele falou ainda que não teve como informar ao Portal Correio o nome do homem porque não estava com os dados da ocorrência em mãos.

O vice-presidente da Associação de Defesa das Prerrogativas dos Delegados de Polícia Civil da Paraíba (Adepdel), Steferson Nogueira, disse que já foi aberto um inquérito criminal na 10ª Delegacia Distrital para investigar o caso. Assim como Isaías Gualberto, Nogueira também lamentou que um homem que se diz servidor público federal tenha agido dessa forma.

Veja abaixo três dos vídeos compartilhados pelo repórter da TV Correio HD Emerson Machado e que registram parte da confusão.

 

 

Fonte: Portal Correio