Superlua poderá ser vista de todos os pontos do Brasil na noite de domingo

Superlua poderá ser vista de todos os pontos do Brasil na noite de domingo

O fenômeno em que a Lua parece maior e mais brilhante será melhor observado a partir das 21h, quando o astro começa a aparecer no horizonte Leste do céu. A recomendação dos astrônomos é observar o satélite nesse momento inicial da noite para aproveitar uma “ilusão de ótica” que a faz parecer maior.
“Ao observar a Lua próxima ao horizonte, podemos compará-la com prédios, árvores ou acidentes geográficos. Assim ela parece bem maior e luminosa”, explica Daniel Mello, astrônomo do Observatório do Valongo da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). “Não é necessário nenhum instrumento para observar o fenômeno, mas binóculos ou lunetas podem ajudar a ver alguns detalhes da Lua, já que ela estará mais próxima de nosso planeta.”
A superlua ocorre quando o perigeu lunar – ponto da órbita em que o satélite está mais perto da Terra – coincide com a fase cheia da Lua. A distância média entre nosso planeta e a Lua é de, aproximadamente, 384.000 quilômetros. No dia 16 de outubro, a distância irá diminuir para 358.000 quilômetros. Em noites com céu claro, a Lua pode parecer até 14% maior e até 30% mais brilhante.

O fenômeno vai se repetir em 14 de novembro e 14 de dezembro.

 

 

ig