Site dea Prefeitura de Itaporanga é hackeado

Site dea Prefeitura de Itaporanga é hackeado
Os sites das prefeituras de Patos e Itaporanga, municípios do Sertão paraibano, foram invadidos por hackers na manhã desta terça-feira (7).
 
Os crimes podem ter sido promovidos por um hacker do Oriente Médio, já que o texto e a foto que apareciam na página remetem a características dessa região.
 
Os sites já foram retirados do ar pelas administrações das duas cidades e até as 14h25 desta terça, operavam 'em manutenção'.
 
Em contato com o Portal Correio, a coordenadoria de Comunicação da prefeitura de Patos informou que assim que houve a tentativa de invasão, o servidor automaticamente derrubou o site, fazendo com que nenhum dado da prefeitura ou dos contribuintes fosse corrompido ou roubado.
 
“A tentativa de invasão ocorreu em diversos sites do Brasil, como o da nossa prefeitura e da prefeitura de Itaporanga. Já tínhamos um backup de segurança quando ocorreu a tentativa de invasão e imediatamente a hospedagem nociva foi contida. Não conseguiram pegar nenhum dado da prefeitura e nem dos contribuintes”, disse a coordenadora de comunicação da Prefeitura de Patos, Nayane Rodrigues.
 
Ainda segundo Nayane, um boletim de ocorrência vai ser instaurado pelo Município de Patos para que o caso seja investigado pela Polícia Civil. A previsão para o retorno normal dos sites é às 17h desta terça.
 
Quanto a Itaporanga, a prefeitura informou por meio de nota que os hackers tiveram acesso apenas ao domínio da página principal, porém os arquivos do site não foram prejudicados e não houve violação de dados. 
 
"Não foi registrada a perda de arquivos e eles não tiveram acesso a nenhuma informação que possa prejudicar a Prefeitura", enfatizou o técnico responsável pelo site da Prefeitura Municipal de Itaporanga, Roberto Clébio. Ele acrescentou que uma equipe de técnicos foi acionada para solucionar o problema e identificar a origem do ataque.
 
Ainda conforme a nota, os técnicos vão elaborar um relatório e representantes da Prefeitura de Itaporanga irão prestar uma queixa na delegacia para que seja aberto um inquérito policial.
 
 
 
 
Do Portal Correio