Simão Jatene, PSDB, é reeleito governador do estado do Pará

Simão Jatene, PSDB, é reeleito governador do estado do Pará

O candidato do PSDB, Simão Jatene, venceu a disputa eleitoral ao cargo de governador do Pará com 1.817.462 votos, correspondentes a 51,97% dos votos válidos. Ele disputou o segundo turno com o candidato do PMDB, Helder Barbalho, que teve 1.679.520 votos, que equivale a 48,03% dos votos válidos. O anúncio oficial foi feito por volta de 19h30, horário local, com 97% das urnas apuradas. Veja a apuração completa no Pará.

infográfico eleições mapa Pará corrigido (Foto: Adriano Moraes / TV Liberal)

Biografia
Simão Robinson Jatene concorreu pela primeira vez a um cargo eletivo em 2002, quando foi eleito governador do Pará – cargo que ocupou até 2006. Não concorreu à reeleição, mas se candidatou de novo em 2010, quando foi novamente eleito.

Natural de Castanhal, nordeste do Pará, tem 65 anos, é graduado em economia pela Universidade Federal do Pará (UFPA) e fez pós-graduação na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp).

Foi secretário de Estado de Planejamento no período de 1983 a 1985 e de 1995 a 1998, e secretário-geral do Ministério da Reforma Agrária entre 1985 e 1990. Foi também secretário especial de Produção nos anos de 1998 a 2001.

Campanha
A disputa eleitoral foi marcada por atritos entre os candidatos. Jatene, que é o atual governador do Pará, questionava a relação do candidato do PMDB com o seu pai, o senador Jader Barbalho, que responde a ações penais no Supremo Tribunal Federal (STF). Barbalho chegou a renunciar ao mandato de senador em 2001, quando vieram à tona denúncias de que teria desviado verbas liberadas pela Superintendência de Desenvolvimento da Amazônia (Sudam).

Helder também criticou Jatene, alegando que o PSDB teria negligenciado regiões afastadas da capital durante a sua gestão.

Os dois candidatos contaram com a participação de políticos da base aliada durante sua campanha no Pará: Helder subiu ao palanque ao lado do ex-presidente Lula e da candidata do PT, Dilma Rousseff. Jatene trouxe para o Pará o candidato do PSDB, Aécio Neves, e Marina Silva (PSB), que disputou o primeiro turno e foi a terceira mais votada no país.

 

Propostas
Durante a campanha eleitoral, o governador reeleito afirmou que iria investir na educação no estado para melhorar o Índice de Desenvolvimento Educacional Brasileiro (Ideb), por meio do Pacto pela Educação. Jatene também disse que fez uma campanha limpa, sem utilizar a máquina pública para conseguir votos.

Em relação a empregos, o candidato afirmou que investirá na capacitação profissional, dentro de uma política de desenvolvimento planejada, e que irá concluir as 11 escolas tecnológicas profissionalizantes e implantar o ensino médio profissionalizante em todas as regiões. Jatene também se comprometeu a rediscutir com o governo federal políticas tributárias que favorecem as exportações mas não geram recursos para o estado.

Prometeu ampliar o abastecimento de água nas cidades e comunidades rurais e ribeirinhas com a implantação de sistemas tradicionais ou alternativos de tratamento de água, e aumentar a parceria com o governo federal para ampliar a rede de esgotamento sanitário nas cidades e no campo. Jatene também disse que sua política de segurança pública priorizará o combate ao narcotráfico para diminuir os índices de violência no estado.

Na área da saúde, o candidato afirmou que foi um avanço a construção do Hospital Regional de Breves, e a realização das caravanas Pro Paz saúde. Na cultura, diz que irá manter o intercâmbio cultural com outros estados e países para difusão e busca de recursos para arte e cultura.

Resultado no Pará
Simão Jatene (PSDB): 1.825.386 (51,94%).
Helder Barbalho (PMDB): 1.695.428 (48,06%).
Brancos: 56.591 (1,49%).
Nulos: 235.319 (6,18%).
Abstenção: 1.279.805 (25,17%).