Sete paraibanos disputarão a Paralimpíada

Sete paraibanos disputarão a Paralimpíada

A Olimpíada do Rio termina neste domingo, mas as atenções ficarão voltadas para a Paralimpíada, de 7 a 18 de setembro. A Paraíba conta com sete representantes na competição, que vão disputar três modalidades diferentes: atletismo, golbol e futebol de cinco. Todos os paratletas paraibanos têm grandes chances de voltar com medalhas.

Petrúcio Ferreira é favorito no atletismo, nos 100 metros rasos da classe T49. Recordista mundial nos 200m, que não faz parte do programa paralímpico, o paraibano também deve integrar os revezamentos nacionais.

Cícero Valdiran, que compete no lançamento de dardo, na classe F56 (para paratletas que competem sentado), é outro paraibano do atletismo. Ele é o atual segundo colocado do ranking mundial.

As modalidades coletivas estão representadas no golbol e futebol. Atual vice-campeão paralímpico, o Brasil tenta repetir o sucesso do golbol em Londres agora no Rio. Zé Roberto e Romário Marques estão no time brasileiro. No golbol feminino, a Paraíba faz parte da comissão técnica, com treinador Dailton Freitas e o assistente Jonatas Castro.

Atual tricampeã paralímpico de futebol de cinco, e líder do ranking mundial, a seleção brasileira conta com os paraibanos Luan Lacerda, Damião Robson e Severino Gabriel, além do técnico Fábio Luiz Vasconcelos e Josinaldo Costa, seu assistente.

 

 

MaisPB