Sessão Especial homenageia 70 anos da Força Expedicionária Brasileira

Sessão Especial homenageia 70 anos da Força Expedicionária Brasileira

A Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) homenageou nesta quinta-feira (7), com uma Sessão Especial, a Força Expedicionária Brasileira (FEB) que completou 70 anos de serviços prestados ao país. A propositura da sessão foi do presidente da ALPB, Adriano

Galdino.

 Em seu discurso, o presidente ressaltou a importância de reverenciar a FEB. "Esses brasileiros tem na bravura a maior expressão. Nos enche de orgulho e agradecemos o muito que fizeram. Os nossos pracinhas, como eram conhecidos esse combatentes, dedicaram suas vidas e mesmo com armamentos inferiores honraram a nossa pátria mãe", disse.

 O deputado Buba Germano, que é filho do ex-pracinha Fausto Germano, falou sobre os 9 meses que o pai passou na Itália. "Há três anos voltei com meus irmãos à Europa para trilhar o caminho que meu pai fez. Ele voltou ao Brasil como atestado de morto para poder embarcar, chegando a ser preso no Rio e em João Pessoa, mas depois tendo seus méritos reconhecidos. Os nossos combatentes são reverenciados por onde lutaram e motivo de orgulho para o nosso país", afirmou.

Já o deputado Manoel Ludgério relatou do orgulho que os pracinhas têm na memória do povo paraibano. Meu pai sempre me incentivou para seguir na carreira militar, mas mesmo não tendo inclinação para este setor, consegui captar o espírito democrático", ressaltou.

O ex-combatente da FEB, o 2º tenente Genival Máximo, falou detalhes sobre a guerra. "Como soldado do exército brasileiro me sinto muito honrado por esta sessão. A guerra não foi nada mais que uma defesa. Tínhamos de usar armas pesadas e sofrer no frio. Tivemos apoio dos italianos e eu fui um dos 36 que sobreviveram a tomada do Monte Castelo", relatou.

Além dos parlamentares, também participaram da sessão o coronel Marcelo Fagoti, chefe do Estado Maior do 1º Grupamento de Engenharia; o comandante da Capitania dos Portos, além de diversos membros do Exército Brasileiro, como a banda marcial da Guarnição de João Pessoa, que executou diversos temas ligados à instituição.

O dia 8 de maio é celebrado mundialmente o dia da vitória dos aliados na 2ª guerra mundial, que durou de 1939 a 1945. Foi o conflito mais letal da história da humanidade, resultando aproximadamente de 70 milhões de mortes.

A Força Expedicionária Brasileira foi formada por 25.334 homens que participaram da 2ª Guerra Mundial ao lado dos Aliados nas operações na Itália. Tinha como lema "A cobra está fumando", em alusão ao que era noticiado na época que seria "mais fácil uma cobra fumar cachimbo do que o Brasil participar da guerra na Europa".

 

 

 

Departamento de Jornalismo
Assembleia Legislativa da Paraíba