Servidores dos Correios ameaçam entrar em greve por conta da violência, na PB

Servidores dos Correios ameaçam entrar em greve por conta da violência, na PB
Os servidores dos Correios poderão entrar em greve para protestar contra a violência. A categoria decide se vai parar ou não na próxima quinta-feira (14) por meio de assembleia.
 
Casos recentes de ataques com explosões e o sequestro de um gerente de uma das agências no estado estão entre as motivações para a greve da categoria.
 
Segundo Wusman Tavares, secretário geral do Sindicato dos Trabalhadores em Correios e Telégrafos da Paraíba, caso não haja um acordo a categoria vai parar as atividades. Entre outras coisas, os funcionários reivindicam porta giratória e com sensor e segurança armada nas agências.
 
“Nós fizemos uma assembleia e estamos ameaçando entrar de greve. Vai ter outra assembleia dia 14 deste mês e se não tiver acordo possivelmente anunciaremos a greve dia 15. Não aguentamos mais essa falta de segurança”, informou.
 
De acordo com a assessoria dos Correios, nos últimos três anos foram investidos cerca de R$ 26.440.000 milhões em segurança. “Os Correios estão constantemente investindo em pessoal e equipamentos para aumentar a segurança de suas unidades, mas a violência está muito grande e às vezes não temos como controlar. Em relação à greve, a diretoria da empresa vai participar da reunião e buscar soluções para suas demandas sem que aconteça interrupção dos serviços ’’, disse ao Correio Online.
 

 

 

 

 

 

 

 
Fonte Portal Correio